A Casa de Anne Frank é mais um museu  que visitei em Amsterdam. Fundado em 1960, em memória a Anne Frank, este museu está localizado no edifício onde ela e sua família permaneceram escondidos nos anos da ocupação nazista, durante a Segunda Guerra Mundial.

Em 03 de maio de 1957 um grupo de pessoas, incluindo o pai de Anne (Otto Frank), criaram este instituto com o propósito de salvar o edifício da demolição, e torná-lo acessível ao público. Seu intuito era fortalecer o contato e a comunicação entre jovens de diferentes culturas, religiões e raças, em oposição à intolerância e a discriminação racial, presentes até os dias de hoje.

Recomendo para qualquer pessoa que queira visitar este museu comprar os ingressos com antecedência, pois caso ao contrário a espera na fila de pelo menos duas horas será inevitável.

A visita ao local traz grande emoção, pois é cheio de histórias e faz com que qualquer pessoa sinta raiva da humanidade.  São momentos de reflexão que provocam no ser humano o desejo de procurar entender que capacidade é esta que o indivíduo tem para o mal.

Amsterdam tem histórias para contar. Vale a pena conhecer.

Custo: € 9,00
Endereço: Prinsengracht 263-267, 1016 GV Amsterdam, Holanda

Seguro viagem geral

Deixe uma resposta