Pompeii é sem dúvidas, impressionante. Fundada entre os séculos VI e VII a.C por povos da Itália central e posteriormente foi sendo anexada ao Império Romano. O que se sabe desta cidade é que era desenvolvida e contava com aproximadamente 20.000 habitantes até o ano de 79 d.C., período que o vulcão Vesúvio acordou e entrou em erupção.

Pompeii104

Registros históricos que datam de até 1599, constam que os moradores de Pompeii e Herculano (cidade vizinha) viveram um inferno na terra, pois o Monte Vesúvio havia se partido em dois dando início a uma série de acontecimentos que incluíram: chuva de pedras, lapílis, pedaços de rochas, explosões de magma e uma nuvem de cinzas carregada de vapores clorídricos, isso tudo, entre dois e três dias e dentro de um calor de mais de 250°C que atingiu um raio de 10 km da erupção. Pompeii ficou completamente dizimada e esquecida e a grande maioria dos 20 mil moradores, morreram durante a tentativa de fuga da cidade.

Posteriormente durante as obras de escavação de um canal para desvio rio Sarno, partes das ruínas foram descobertas.Sendo que em 1860, espaços vagos foram vistos nas camadas de cinza, que continham restos humanos. Para recriar a forma das vítimas no momento em que morreram, foi desenvolvida a técnica de injetar gesso nesses espaços. A mesma técnica é utilizada até os dias atuais.

Pompeii109

Reserve um dia inteiro para a visita. É possível ver inúmeros objetos ainda intactos, prostíbulos, casas, teatros, como também construções importantes, como a Casa do Fauno, a Casa do Poeta Trágico, o Templo de Isis e o Teatro Grande onde a banda de rock Pink Floyd gravou o Live at Pompeii em 1972, espaço este que abrigou uma arena de gladiadores.

Como chegar: a partir de Napoli, basta tomar o trem da rota Circumvesuviana e descer na estação Pompei – Scavi Villa Misteri.

Dica: Além de Pompeii, é possível visitar as outras cidades destruídas pelo Vesúvio: Ercolano, Stabia, Oplontis e Boscoreale.

Seguro viagem geral

Deixe uma resposta